uniformes

Os uniformes, além de terem função de identificação e padronização em algumas áreas de atuação, também são importantes responsáveis pela segurança no trabalho. Em profissões como a dos bombeiros, o uniforme específico com proteção térmica é fundamental em momentos nos quais o profissional está exposto a altas temperaturas, o que é bastante comum no cotidiano deste tipo de trabalho. Assim como bombeiros, eletricistas, profissionais de saúde e de construção civil, os funcionários na área de açougue também precisam de uma vestimenta adequada e de equipamentos de proteção específicos, considerando o ambiente e cotidiano propensos a riscos no qual este profissional trabalha e que, portanto, necessita de atenção especial. Além de ser prevista por lei, a Segurança e Saúde do Trabalho traz benefícios também às empresas, que podem aumentar a produção e a qualidade do produto, além de melhorar as relações humanas em ambiente profissional, a satisfação e a segurança dos trabalhadores.

 

Por que é importante o uso do uniforme em açougues?

 

Primeiramente, por uma questão de higiene. Geralmente, os uniformes destinados ao uso em açougue são de cor clara para que as manchas de resíduos alimentares sejam facilmente identificadas para que, então, as peças sejam trocadas com regularidade. No caso dos açougues, um ambiente que propicia que o uniforme se suje constantemente, é indicado o uso de aventais de napa ou de silicone, que facilitam a limpeza e aumentam a proteção contra a contaminação do produto, além de serem de um material rígido que pode auxiliar na proteção contra descuidos. Sobre o restante do uniforme, segue a regra da cor: calça e camiseta na cor branca e de tecido resistente.

Também por uma questão de praticidade, mas, principalmente, de higiene contra a contaminação, não é permitido o uso de sapatos de tecidos ou lonas, sendo mais adequado o uso de calçados fechados e impermeáveis como botas de borracha, que garantem também uma proteção contra queda de objetos pesados e contra pisos úmidos ou molhados, que podem ser escorregadios.

A questão dos cabelos merece cuidados importantes: devem estar totalmente cobertos e protegidos com rede própria, toucas ou bonés, para evitar que qualquer resíduo entre em contato com o produto manuseado. É expressamente proibido o uso de anéis, colares, pulseiras ou outras jóias durante o período de trabalho por não serem facilmente desinfetadas, o que favorece a presença de microrganismos indesejados, além do risco de ficarem presos no manuseio de algum equipamento.

 

Por que os equipamentos de proteção individual são necessários?

 

Os equipamentos de proteção individual (EPIs) são itens indispensáveis em um ambiente de trabalho com tantos riscos como um açougue. O profissional, que está em contato constante com moedores, facas e baixa temperatura, necessita de atenção e cuidados especiais no que diz respeito ao uso de itens que garantam sua segurança.

Primeiramente, o contato frequente com facas e máquinas de corte nesta profissão torna essencial o uso de luvas de malha de aço, afim de evitar lacerações e eventuais machucados. A exposição às máquinas de corte, que por emitirem muito barulho, torna necessário também o uso de protetores auditivos. Além disso, óculos de proteção também são bem-vindos se o contato com lascas ou eventuais fragmentos for constante.

Para os profissionais de açougue que têm acesso ao refrigerador, roupas especialmente adaptadas para baixas temperaturas são fundamentais. Calças e jaquetas frigoríficas, além de luvas térmicas, garantem ao profissional a proteção adequada ao contato com o frio.

A FS Comercial trabalha com uma variedade de produtos e serviços para estabelecimentos como supermercados, açougues, restaurantes, frigoríficos, entre outros. Contando com uniformes, máquinas, itens de cutelaria e até mesmo acessórios, condimentos e especiarias, toda a linha de produtos encontra-se para venda online com entrega para todo o Brasil!

Deixe uma resposta

Seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *

Postar Comentário